A Importância do Design Responsivo?

Novembro 14, 2016

Diferentes websites terão necessidades diferentes e, por conseguinte, precisarão de recursos distintos que são importantes para o seu sucesso. Por exemplo, um site e-Commerce que venda produtos poderá precisar de algum tipo de recurso de controlo de inventário que garanta que os itens listados para venda se encontram de fato em stock. Apesar de crítico para o sucesso de um site e-Commerce, este recurso não teria utilidade num site de uma empresa de contabilidade que estivesse a promover os seus serviços, mas que não vendesse concretamente os seus produtos físicos online. Independentemente das necessidades de um qualquer website, um recurso que é essencial para o sucesso de todos os sites é um suporte de design responsivo e recetivo às plataformas móveis.

O Que é Web Design Responsivo?

O web design responsivo permite que o layout de um site se adapte à medida do tamanho do ecrã utilizado para visualizá-lo. Um ecrã amplo recebe um design de website com múltiplas colunas de conteúdo, enquanto um pequeno ecrã pode ter o mesmo conteúdo apresentado somente numa coluna com textos e links que possuem o tamanho apropriado para que possa ser lido e utilizado num ecrã mais pequeno.

Então por que motivo o web design responsivo é o recurso mais importante que pode adicionar ao website? Aqui ficam 4 razões-chave:

1. Apoiar o Utilizador de Vários Dispositivos

Vivemos num mundo onde os nossos sites não só são visitados por vários dispositivos e tamanhos de ecrã, mas também onde o mesmo cliente pode regressar aos nossos sites em momentos diferentes recorrendo a esses dispositivos diferentes. Isso significa que, a fim de apoiar a experiência de utilização, os nossos sites devem funcionar corretamente independentemente do tipo de dispositivo utilizado num determinado momento. O mesmo conteúdo ao qual têm acesso num dispositivo deve estar presente quando regressarem através de outro, garantindo assim a consistência da informação que procuram.

Se um cliente está a visitar o seu site à procura de informação, ou se está a utilizar um recurso específico, e regressa mais tarde através de um diferente dispositivo mas não consegue encontrar a mesma informação (quiçá pelo fato de o site não incluir uma versão ‘apenas móvel’), então você corre o sério risco de ter essa pessoa a sair simplesmente do seu site a fim de ir fazer negócio noutro lado. Ao assegurar a consistência de informação em todos os dispositivos, mas com um layout e uma experiência adaptada a cada tamanho de ecrã individual, você dá o seu melhor para prestar apoio aos seus clientes, sem lhes conceder uma razão para abandonarem o seu site a meio da sua experiência.

2. Um Site para Todos

Já é bastante difícil manter um website atualizado e relevante. Tentar manter vários sites atualizados e consistentes com mensagens é um desafio ainda maior. É por isso que um website responsivo tem preferência perante websites diferentes para ecrãs de computador e telemóveis.

Conhecida comumente como abordagem “apenas móvel”, é aqui que o seu site deteta se os seus visitantes estão ou não a utilizar um dispositivo móvel e, caso estejam, enviá-los-á para uma versão separada do site, otimizada para móvel. Isto é problemático por vários motivos. Primeiro, você terá agora dois sites que precisarão de ser utilizados, o que significa que acabou de duplicar a sua carga de trabalho. Segundo, a maioria dos sites “apenas móvel” contém somente um pequeno subgrupo composto por conteúdo e recursos que são encontrados na versão “normal” do site. Tal como mencionámos no nosso primeiro ponto, esta disparidade de conteúdos e recursos entre versões do mesmo site irá frustrar os utilizadores que recorrem a vários dispositivos, ambicionando aceder à mesma informação nos vários dispositivos que escolherem para visitar o seu site. Se decidir eliminar algum do conteúdo na versão móvel, a sua plateia poderá decidir excluir o seu site do seu histórico de navegação.

3. Classificações Melhoradas nos Motores de Busca

O Google tem há muito recomendado a utilização de um web design responsivo a fim de suportar diferentes dispositivos e tamanhos de ecrãs, mas o motor de busca levou esta recomendação mais longe o ano passado, quando adicionou o rótulo “Mobile Friendly” aos websites que recorreram a esta abordagem e surgem na página de resultados de pesquisa de um dispositivo móvel.

Apesar de esta designação ter sido algo positivo, o Google afirmou na altura que estava a planear utilizar a reatividade móvel como um indicador de classificação no futuro. E, a 21 de Abril de 2015, tal materializou-se, com o Google a dar início às suas recompensas a sites que foram construídos com suporte para vários dispositivos.

Ao recompensar sites que são recetivos aos dispositivos móveis, o Google está efetivamente a penalizar aqueles que não o são, fazendo com que um website responsivo seja um importante fator nos planos de SEO (otimização para motores de busca)!

4. Escalabilidade Futura

Uma das melhores coisas de um website responsivo é o fato de a sua abordagem lhe dar a melhor oportunidade de suportar os mais recentes dispositivos e ecrãs no futuro. Os sites responsivos são fluidos, capazes de serem aumentados ou diminuídos a fim de encaixarem da melhor forma nos ecrãs que estão a ser utilizados para aceder ao site, (como exemplo tente testar o meu site). Isto significa que quando novos dispositivos chegarem ao mercado com tamanhos de ecrã jamais vistos, os nossos websites responsivos já estarão preparados para ir ao encontro desses novos dispositivos, com um design e uma experiência apropriada para quaisquer tamanhos de ecrã utilizados.

Resumindo

Cada website, independentemente dos seus objetivos ou da plateia que serve, irá beneficiar de uma exibição que trabalha com grande qualidade em distintos tamanhos de ecrã, de vários dispositivos diferentes. Ao assegurar-se de que o web design responsivo é um recurso que está disponível, isso torná-lo-á uma prioridade para todos os projetos de website.